fbpx

Product Placement: Pontos Positivos e Negativos

Product Placement Pontos Positivos e Negativos

Product Placement Pontos Positivos e Negativos

Hoje vamos ver o que é o product placement e seus pontos positivos e negativos. Mas antes, vamos ver o que é o product placement, visto que há muitas conceituações erradas (do ponto de vista acadêmico) nesta área.

O Que é o Product Placement?

Tratado e conhecido forma equivocada como “Merchandising” no Brasil, o product placement se refere à colocação de produtos ou serviços em filmes, séries, programas de TV etc. em troca de uma taxa ou de publicidade por parte da anuciante¹.

Merchandising, por sua vez, se refere a ações promocionais realizadas dentro da loja, ou seja, no ponto de venda, visando a estimular o impulso de compra dos consumidores².

Ou seja, o product placement é quando o seu personagem favorito utiliza um um produto ou um serviço com uma marca explícita dentro do enredo do programa. Ele pode estar bebendo uma Coca-Cola, ou pedindo um Uber, por exemplo.

Product Placement: Pontos Positivos e Negativos

O product placement é muito querido pelo seu glamour, estando associado a grandes produções cinematográficas. Mas qual o seu real valor? Funciona mesmo?

Vejamos sobre o product placement e seus pontos positivos e negativos, então. Ou seja, quando ele funciona e quando não funciona.

Product Placement: Pontos Positivos

O product placement possui efeito positivo quando os produtos ou serviços possuem um papel integral na narrativa de um programa, série ou filme. Isso é confirmado por Martin Lindstrom no livro “A Lógica do Consumo”, a maior pesquisa de neuromarketing já realizada no mundo.

Quando isso ocorre, dois são os efeitos positivos:

1. O product placement aumenta a lembrança do produto ou serviço anunciado; e

2. O product placement enfraquece a lembrança de produtos ou serviços concorrentes.

Mas, ressalta-se, para que isso funcione, o product placement precisa fazer sentido dentro do contexto em que ele está se inserido.

Product Placement: Pontos Negativos

Ainda se utilizando do livro de Martin Lindstrom “A Lógica do Consumo”, temos que o product placement, quando mal utilizado, não produz efeito nenhum, sendo esse um grande ponto negativo.

Em estudo realizado com o programa American Idol, percebeu-se que quando as marcas não participam da trama, ou seja, não possuem um papel dentro dela, os consumidores não se lembram dessa marca.

Assim, milhões, se não bilhões de dólares foram gastos ao redor do mundo de forma ineficaz pela utilização exagerada de product placement quando o produto anunciado não possuía nada de relacionado com o enredo.

Product Placement: Vale a Pena?

Em suma, o product placement vale a pena quando possui relação com a trama na qual está sendo veiculado, causando maior lembrança do produto ou serviço anunciado e ainda enfraquecendo a lembrança de produtos e serviços concorrentes.

Caso não faça sentido na trama, é apenas um desperdício de dinheiro.

Que tal se inscrever para receber as novidades?

[wd_hustle id=”Newslette” type=”embedded”/]

Inscreva-se no canal do Youtube.

A Lógica do Consumo: Resumo Por Tópicos

Introdução

Product Placement: Pontos Positivos e Negativos (Você está aqui!)

Neurônio-Espelho e o Marketing

Publicidade Subliminar

Rituais de Consumo

Fé, Religião e Marcas

Marcadores Somáticos e o Marketing

Referências:

1 – CLARK, Kenneth R. Group goes after brand-name film props. Chicago Tribune, v. 10, p. 3, 1991.

2 – DUBUS, João Maria Goulart. Merchandising no ponto-de-venda. Pensamento & Realidade, v. 14, 2004.

blogmundim

Ler o anterior

Lançamento Externo

Ler o próximo

Neurônio-Espelho e o Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *