fbpx

Coronavírus e os Negócios: Como Enfrentar a Crise?

Coronavírus e os Negócios

Coronavírus e os Negócios

O coronavírus trouxe consigo um dos maiores desafios às empresas e aos negócios deste século.

Antes de continuar, um parêntese:

Não me entenda mal, é óbvio que há um enorme impacto social e de saúde pública que deve ter prioridade na discussão, comparando-se ao impacto do coronavírus nos negócios e nas empresas. Contudo, esta dimensão do assunto está sendo muito bem tratada por diversos especialistas da área. Assim, o objetivo aqui é entender o impacto sobre as organizações empresariais, não tentando elevar a importância desse tema sobre o tema social.

Enfim, continuemos.

A restrição à locomoção que impacta tanto o consumo quanto a própria execução do trabalho somada ao pânico instaurado no país (há programas que foram criados e ampliados exclusivamente para aumentar a cobertura do coronavírus) se transforma em um desafio sem precedentes para muitos dos gestores e empreendedores do Brasil. Ainda mais se você está em um nicho que depende de locomoção e aglomeração.

Certamente muitas micro e pequenas empresas sem capacidade para manter seus custos fixos com um mês sem vendas irão à falência. Outras tantas médias e até mesmo grandes empresas terão dificuldades em manter seu caixa e arcar com seus custos.

E ainda não se sabe como isso se desenvolverá ou quem arcará com isso.

Tampouco se sabe o tempo exato que isso irá durar. Se irá diminuir ou aumentar até o fim de Março ou Abril, por exemplo.

Sendo assim, instala-se uma insegurança geral no mercado e nas pessoas. Insegurança que é refletida nos picos e vales da Bovespa, por exemplo.

Mas como seu negócio deve agir então nesse momento de crise?

Uma máxima é esquecida nesses momentos e deve ser lembrada por você, caso queira que o impacto seja menor sobre seu negócio.

Vence nos negócios quem oferece mais valor aos seus clientes.

Sendo assim, o seu negócio deve, nesse momento, oferecer o maior valor possível aos seus clientes. Pelo menos um valor acima da média de seu mercado.

Mas como você pode oferecer isso nesse momento?

Há, certamente, um desequilíbrio na sociedade nesse momento. Uma soma de medo, incerteza e insegurança.

Portanto, para fornecer o maior valor possível nessa situação do coronavírus, seu negócio devee preencher esse desequilíbrio, passando SEGURANÇA e PREVISIBILIDADE principalmente.

E segurança, aqui, deve ser entendida de forma ampla. Ou seja, segurança física, segurança financeira, segurança emocional…

A previsibilidade, por sua vez, vem no sentido de garantia. Em meio a incerteza sobre como estaremos na sexta-feira, o seu cliente quer a garantia de que se algo acontecer, ele terá algum retorno. Ele terá a previsibilidade sobre pelo menos algumas coisas em sua vida.

Sendo assim, entenda formas de transparecer essa segurança e previsibilidade para seu cliente.

• Dê garantias futuras;

• Forneça serviços à distância ou de entrega;

• Coloque álcool em gel nos locais de seu negócio;

• Limpe com mais frequência os locais que as pessoas encostam; ou

• Organize alguma forma online de distribuir seu produto/serviço (infoproduto).

Do outro lado do problema, evite causar o pânico por fazer algo em excesso. Não instaure pânico nunca!

Por exemplo: se não há uma necessidade comprovada de máscaras, evite o seu uso, pois apenas assustará seus clientes, deixando-os apreensivos (claro, se for/se tornar necessário, faça seu uso!). Não tenha também posicionamentos muito fortes, que alarme seus clientes.

Faça-os se sentirem seguros. Dê previsibilidade a eles. Dê conveniência.

Seja a pessoa do seu mercado que mais oferece valor nesse momento!

Assim, certamente o impacto será menor.

Inscrever-se no canal do Matheus Mundim!

[wd_hustle id=”Newslette” type=”embedded”/]

blogmundim

Ler o anterior

Fórmula de Lançamento: O Que Lançar?

Ler o próximo

Como Montar Uma Empresa Totalmente Digital?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *